+

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

CURIOSIDADE SOBRE ROMA

Nascer em Roma

Ser bebê em Roma não era nada fácil! Talvez fosse a etapa da vida mais difícil a vencer. O todo-poderoso pai da família era quem primeiro determinava o destino do recém-nascido: viver ou morrer?
Ao nascer, o bebê era colocado no chão. Se o pai reconhecesse o filho como seu, ele o tomava nos braços e o levantava para todo mundo ver. Isso queria dizer  que o bebe estava  salvo. Caso ficasse no chão, era abandonado ou morto. Isso significava que ele tinha algum defeito físico ou então que não podia ser educado pelos pais (quando eram muito pobres). Mas nem tudo estava perdido, pois a criança poderia ser educada por alguém menos pobre da família ou ser “aproveitada” por um mercador de escravos.
Os bebês em Roma eram tratados de forma muito severa e estranha.
Logo no primeiro mês, para que ficasse durinha, a criança era enfaixada dos pés ao pescoço (pernas e braços ficavam presos); no segundo mês, apenas o braço direito era liberado, só assim ela não viraria canhota. Diariamente o bebê recebia  um banho de água fria para não ficar mole. Em seguida, recebia uma massagem no rosto e no corpo.
Aos três anos,  a criança era separada de sua ama-de-leite (mulher que amamenta). Dissemos criança, mas, na verdade, nem isso ela era considerada. Só depois de de aprender a falar, comer e andar é que poderia ser considerada como tal. Recebia então um coração (podia ser uma bola), em ouro ou em coro, que era pendurado em seu pescoço. Dentro dele, uma espécie de figa ou amuleto, para afastar os maus espíritos.
http://www.sohistoria.com.br

ATIVIDADES:
Pesquisa em sites curiosidades sobre Roma, poder ser na área de amores, na política, na educação e etc, postam para que possamos aprender mais sobre essa civilização. Não esqueça de copiar a URL (www) de sua pesquisa e colocar.





6 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. QUANDO A BANDA DE MUSICA ENTOAVA OS PRIMEIROS ACORDE, ERA SINAL DE QUE IRIA COMEÇAR O DESFILE DOS GLADIADORES NO ENFITEATRO DA ROMA IMPERIAL. DESARMADOS, ELES DAVAM A VOLTA NA ARENA E DEPOIS PERFILADOS, PARAVAM DIANTE DO IMPERADOR E EXCLAMAVAM;(AVE IMPERADOR OS QUE VAO MORRER TE SAUDAM. ENTAO PRINCIPIAVAM OS COMBATES,QUE PROVOCAVAM EXCITAÇAO NOS ROMANOS E CUJO FINAL ERA QUASE SEMPRE A MORTE. NA ARENA, PARES DE GLADIADORES DAVAM UM VERDADEIRO SHOW DE DESTREZA, AGILIDADE E CORAGEM. NOMES: ANA MELISSA, ERICA E CLAUDILENE 1 ANO 4

    ResponderExcluir
  3. Vocês sabiam que a torre da basílica de Santo Andrea delle Fratte realizado por Borromini em 1659 está sujeito a um curioso fenômeno de elasticidade de edificação? Pois é, dizem que cada vez que os sinos tocam ela oscila de forma tão impressionante que foi definida como a “torre bailarina”.
    Além disso a basílica foi protagonista de um evento milagroso. Em 20 de janeiro de 1842 um homem judeu que tinha entrado por curiosidade na igreja, se sentiu atraido em direção a terceira capela a esquerda onde se concentrava uma luz intensa e ao mesmo tempo viu aparecer no altar a Virgem Imaculada. Depois disso o homem se converteu ao cristianismo. A capela após este fato foi intiulada “Madonna del miracolo” (Nossa Senhora do Milagre).

    ResponderExcluir
  4. Eu estava vendo um site que diz que os romanos eram muito vaidosos...

    1. Embelezamento: os romanos eram vaidosos e primavam pela boa aparência. Os homens criaram o hábito de se barbearem (com lâminas de ferro e a seco), uma obrigação sobretudo se eram soldados. Mas não faziam sozinhos; se eram ricos, possuiam um tonsor (barbeiro) particular que fazia o serviço em casa. Os menos favorecidos iam em barbearias públicas - algumas até a céu aberto - espalhadas pela cidade. As mulheres se embelezavam em casa com ajuda de uma serva, se eram ricas. Herdaram das egípcias as técnicas da maquiagem (usavam até fuligem para pintar os olhos) e dos banhos aromáticos. O penteado variava segundo a moda ditada pelas esposas dos imperadores e chegavam até ser muito elaborados, como o das tranças que formavam um cone no alto da cabeça. Elas também tingiam os cabelos com hena, faziam apliques com cabelos importados da Índia e até depilação.


    2. Vestuário: a toga, usada sobre a túnica, servia para distinguir a classe social de quem a vestia através da cor, do volume e da forma e só podiam ser usadas por quem tinha a cidadania romana. Os escravos, plebeus pobres e soldados usavam só a túnica. As mulheres usavam, além da túnica e da toga, uma faixa sobre os seios (mammilia) e uma espécie de calcinha (subligaculum) como roupa interior e um manto que cobria a cabeça quando saiam de casa. As crianças usavam a toga praetexta com uma faixa púrpura e quando cresciam, mudavam para a toga uirilis (os meninos) e a stola (as meninas que se casavam). As romanas também usavam um tipo de biquíni para praticar esportes ou relaxarem nas termas(...).

    http://juliananaitalia.blogspot.com/2010/11/curiosidades-da-antiga-roma.html


    maria eduarda 1º1 nº25
    beijos professora linda :D

    ResponderExcluir
  5. aluno:Cristiane & Alisson
    serie: 1º4
    nº 30 e 33
    olà professora!

    eu tava olhando este site "http://www.historianet.com.br/conteudo/default.aspx?codigo=601"

    e O desenvolvimento cultural na Roma antiga foi fortemente influenciado
    pela cultura grega, e com a música não foi diferente

    Podemos identificar algumas formas musicais diferenciadas, a partir do contexto na qual se desenvolveu: nas casas predominou a influencia grega, com a entonação de músicas suaves, onde predominavam os instrumentos de sopro e a lira; desenvolveu-se também um tipo de música ufanista que passou a exaltar a glória militar, baseada nos instrumentos de percussão, com forte influência helenística, e ainda podemos encontrar a musicalidade dos rituais cristãos, ainda considerado subversivo, onde percebemos as origens da monódia cristã, inspiradas na nos salmos de origem hebraica, considerada exemplo de perfeição e equilíbrio, de forte efeito místico.



    ahhhhhhhhhhhhh e tem uma curiosidade è que




    O imperador Nero é retratado ainda hoje acompanhado pela lira, com a qual compôs algumas canções, exaltando seus feitos militaes. Considera-se que foi o criador da "claque", na medida em que se apreesentava para uma corte formada por bajuladores e interesseiros, estimulando sua vaidade.


    è isso atè mais.................

    ResponderExcluir
  6. ► ALUNO: ELVIS ☺ ◄
    ► SERIE: 1º4 ◄
    ► Nº= 10 ◄

    ► Os romanos explicavam a origem de sua cidade através do mito de Rômulo e Remo. Segundo a mitologia romana, os gêmeos foram jogados no rio Tibre, na Itália. Resgatados por uma loba, que os amamentou, foram criados posteriormente por um casal de pastores. Adultos, retornam a cidade natal de Alba Longa e ganham terras para fundar uma nova cidade que seria Roma.
    ► Origens de Roma : explicação histórica e Monarquia Romana (753 a.C a 509 a.C)
    De acordo com os historiadores, a fundação de Roma resulta da mistura de três povos que foram habitar a região da Península Itálica : gregos, etruscos e italiotas.
    ► O sistema político era a monarquia, já que a cidade era governada por um rei de origem patrícia.
    A religião neste período era politeísta, adotando deuses semelhantes aos dos gregos, porém com nomes diferentes. Nas artes destacava-se a pintura de afrescos, murais decorativos e esculturas com influências gregas. Durante o período republicano, o senado Romano ganhou grande poder político. Os senadores, de origem patrícia, cuidavam das finanças públicas, da administração e da política externa. As atividades executivas eram exercidas pelos cônsules e pelos tribunos da plebe, A criação dos tribunos da plebe está ligada às lutas dos plebeus por uma maior participação política e melhores condições de vida..Em 367 a.C, foi aprovada a Lei Licínia, que garantia a participação dos plebeus no Consulado (dois cônsules eram eleitos: um patrício e um plebeu).

    ► Formação e Expansão do Império Romano
    Após dominar toda a península itálica, os romanos partiram para as conquistas de outros territórios. Com um exército bem preparado e muitos recursos, venceram os cartagineses nas Guerras Púnicas (século III a.C). Esta vitória foi muito importante, pois garantiu a supremacia romana no Mar Mediterrâneo, Após dominar Cartago, Roma ampliou suas conquistas, dominando a Grécia, o Egito, a Macedônia, a Gália, a Germânia, a Trácia, a Síria e a Palestina.
    ► Com as conquistas, a vida e a estrutura de Roma passaram por significativas mudanças. O império romano passou a ser muito mais comercial do que agrário. Povos conquistados foram escravizados ou passaram a pagar impostos para o império, As províncias (regiões controladas por Roma) renderam grandes recursos para Roma A capital do Império Romano enriqueceu e a vida dos romanos mudou.....
    ► E esses foram o pricipais imperadores romanos:Augusto (27 a.C. - 14 d.C), Tibério (14-37), Caligula (37-41), Nero (54-68), Marco Aurelio (161-180), Comodus (180-192).

    (_FIM_)

    ResponderExcluir